Após repercussão, derrotado que ofendeu cabo eleitoral pede ‘desculpas’

Afirmou que não houve acordo financeiro e incluiria equipe em projetos sociais, caso eleito.

O candidato a deputado estadual Elenilton Dutra (Patriota, antigo PEN) conversou com o Jornal Midiamax sobre o áudio divulgado por uma cabo eleitoral, após o resultado das eleições.  A cabo eleitoral, que prefere não se identificar, registrou a conversa na qual Eleniton xinga a mulher de “lixo,vagabunda, traidora.” Ela registrou boletim de ocorrência  Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Campo Grande, na noite de domingo (7). O candidato rejeitado nas urnas contou que a cabo eleitoral o procurou na reta final da campanha e prometeu votos. “Ela faz parte de um grupo que me procurou há dez dias do fim da campanha. Em nenhum momento combinamos valores e o trabalho realizado pela equipe foi voluntário. Eu disse a eles que se fosse eleito incluiria o grupo em algum projeto social, mas eles vieram me cobrar, fizeram pressão e na tarde de sexta-feira (5) fui até ofendido”, relata Dutra. Dutra afirmou que enviou as mensagens de voz em momento de extrema pressão e decepção por não ter sido eleito.”Tive pouco mais de mil votos, fiz uma campanha limpa, com minha família e amigos e trabalhei para obter pelo menos 16 mil votos, aí esse pessoal vem me cobrar sem nem combinar nenhum valor antes? Peço desculpas caso tenha ofendido alguém”, afirmou.