ANP: Gás de cozinha sobe 2% em uma semana; alta da gasolina é de 0,3% em Mato Grosso do Sul

Pesquisa revelou que botijão de 13kg pode ser encontrado por até R$ 110 no Estado

Gabriel Maymone Publicado em 18/09/2021, às 21h43

Imagem ilustrativa - Divulgação

Levantamento de preços da ANP (Agência Nacional de Petróleo) mostra que o preço do gás de cozinha subiu 2% em apenas uma semana em Mato Grosso do Sul.

Conforme os dados, o preço médio do botijão de 13 kg passou de R$ 95,48 para R$ 97,47. O último levantamento foi realizado em 91 estabelecimentos entre os dias 12 e 18 de setembro. O anterior foi na semana do dia 5 a 11 de setembro.

O preço máximo que estava em R$ 105 passou para R$ 110, conforme a pesquisa da ANP. Já o valor mínimo foi de R$ 79,90 para R$ 84,90.

Já a gasolina também teve alta no período. Pasou de média de R$ 5,97 para R$ 5,98, uma alta de 0,3%. Porém, o maior valor encontrado pela ANP que havia sido de R$ 6,75 na semana passada caiu para R$ 6,49.

Brasil

O gás de cozinha subiu mais 1,5% esta semana, sendo encontrado a R$ 130 o botijão de 13 quilos na região Centro-Oeste, o valor mais caro do Brasil. Nas últimas quatro semanas, mesmo sem a Petrobras aumentar o preço do produto nas suas refinarias desde o início de julho, a alta já atingiu 5%, segundo dados divulgados neste sábado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A elevação de preço se deve a um aumento de 7% feito pelas distribuidoras por causa do dissídio salarial da categoria em setembro. O preço nacional médio do botijão na semana de 12 a 18 de setembro ficou em R$ 98,33, sendo o mais barato encontrado na região Nordeste: R$ 75,00.

A gasolina também registrou alta na semana passada, de 0,2% contra a semana anterior, com preço médio de R$ 6,076 o litro, sendo o menor preço R$ 5,190 nas região Norte, e o maior, de R$ 7,199, no Rio de Janeiro. No mês, o combustível fóssil já subiu 1,6%. O último aumento da Petrobras foi em 12 de agosto.

O óleo diesel, cujo último reajuste nas refinarias foi em 27 de agosto, subiu 0,2% esta semana e 2,2% nas últimas quatro semanas, custando em média R$ 4,709 por litro. O preço mais alto foi encontrado pela ANP na região Norte, R$ 6,480 o litro, enquanto o mais barato, R$ 3,780 o litro, foi registrado no Nordeste.